Dicas de Maternidade

Amamentação

O momento da amamentação possui um valor que transcende a alimentação do bebê. É um momento de troca de carinho, de olhares, onde há um estreitamento e fortalecimento dos laços afetivos entre mãe e bebê. Por tanto, a amamentação deve ser realizada em um ambiente tranqüilo, em posição confortável, que permita o relaxamento de ambos. O leite materno é o alimento ideal para o crescimento e desenvolvimento do bebê. A amamentação deve ser por livre demanda, ou seja, sempre que o bebê desejar a mãe poderá ofertar o seio, independente do horário. Nos primeiros dias de pós parto (aproximadamente 4 dias) as mamas secretam um fluido fino e amarelado em pequena quantidade chamado de colostro. O colostro é um alimento muito importante, pois contém altas concentrações de proteínas, vitaminas, minerais e imunoglobulinas que funcionam como anticorpos que atuam no sistema de defesa do organismo do bebê. Com a maior freqüência e duração da amamentação, nas primeiras 48 horas, o colostro amadurece rapidamente, se transformando no leite materno.

Amamentação Eficaz

Para uma amamentação eficaz alguns pontos devem ser observados:

Alternância das mamas
Durante a mesma mamada a alternância das mamas deve ocorrer apenas quando o bebê tiver realizado a sucção completa de uma mama. A outra mama deverá ser oferecida caso o bebê ainda não se sinta satisfeito. Isto deve-se ao fato do leite materno possuir uma primeira fase que contém muita água, que é responsável por saciar a sede do bebê e uma fase posterior que é composta por muita gordura que irá favorecer o ganho de peso. Caso a mamãe ofereça um pouquinho de cada mama, não promovendo o seu esvaziamento completo, o bebê não receberá adequadamente a composição de gordura do leite materno. Na próxima mamada deve-se iniciar pela mama oferecida pela última vez, caso a mesma não tenha sido esvaziada por completo.

Posicionamento para Amamentação
Em todas as posições é importante que o bebê esteja com a boquinha bem aberta de forma que envolva quase toda a aréola. Quando a sucção ocorre apenas no mamilo a mamada se torna ineficaz, pois não irá promover a ejeção adequada do leite, além de provocar dor e fissuras no mamilo.

- Posição de berço (tradicional): Está é a posição mais comum. Sente-se em uma cadeira confortável, apóie a cabeça do bebê na dobra do seu braço, coloque o braço inferior do recém-nascido ao longo do seu corpo para que ele não se comprima. A boquinha do bebê deverá permanecer no nível do mamilo e a barriguinha de frente e encostada com a sua.

- Posição deitada lateralmente: Esta posição pode ser confortável para amamentação noturna ou quando você estiver se recuperando do pós – parto. Deite de lado, com a barriga de frente para o bebê, colocando sua cabeça próxima ao seio.

- Posição invertida: Esta pode ser a posição mais confortável se você possui os seios grandes, se o bebê é muito pequeno ou prematuro, ou se o parto foi cesáreo e você se sente desconfortável nas outras posições. Sente-se em uma cadeira com um travesseiro sob o braço no lado da amamentação. Coloque a mão sob a cabeça do bebê e aproxime-a do seio. Aproxime o mamilo da boca do bebê. Quando a boquinha se abrir, coloque sua cabeça próximo ao seio.

Quando for retirar o bebê do seio, você poderá usar uma técnica especial para reduzir a pressão e tensão no mamilo. Coloque o dedo mínimo no canto da boca do bebê e libere a sucção antes de retirar o bebê.

Cuidados com o coto umbilical

O coto umbilical é uma parte do cordão umbilical que perde a função após o nascimento. O bebê não sente dor neste local. Deve ser aplicado álcool a 70% com o auxilio de um cotonete, a cada troca de fralda, em toda a extensão do coto, inclusive na base do mesmo, para promover o seu ressecamento e prevenir infecção no local. Com o tempo ele ficará mais escuro, endurecido e cairá em até duas semanas. Deve-se ter cuidado para que o álcool não escorra para a pele do bebê! Não colocar nenhum objeto (como por exemplo, moedas) no local do coto umbilical, pois poderá causar infecção no bebê.

Banho e troca de fralda

O bebê deverá ser banhado em banheira com água morna, a qual não precisa ser filtrada, pode ser utilizada água normal do chuveiro. Janelas e portas deverão ser fechadas para não haver correntes de ar. Não adicionar à água nenhum outro líquido. O sabonete deve ser de preferência neutro (glicerina) podendo ser líquido ou em barra. O banho deverá ser iniciado com a lavagem da cabecinha, com o corpo do bebê bem enroladinho para que ele não sinta frio. Após lavar o rostinho e a cabecinha secá-los bem, e depois iniciar colocando o corpinho do bebê na água. O banho não deve demorar muito tempo para evitar a perda de excessiva de calor.

As fraldas devem ser trocadas em intervalos regulares, para prevenção de assaduras. Normalmente o bebê urina de 6 a 8 vezes por dia. As fraldas deverão estar sempre de acordo com o tamanho do bebê para que não apertem a sua pele e dificultem os movimentos das pernas. A cada troca de fralda deverá ser feita higiene na região genital apenas com água e algodão (se estiver suja de fezes, usar sabão) sempre respeitando o movimento de cima para baixo, sem voltar com a parte suja para a genitália.

Banho de Sol

O banho de sol é importante para ajudar o bebê a não desenvolver icterícia (coloração amarela da pele) e para ajudar no crescimento e fortalecimento dos ossos. Dê preferência ao primeiro horário da manhã (de 07h às 08h), apenas 15 minutos de exposição, alternando os lados do bebê. Deve-se manter o máximo de área exposta para penetração dos raios solares

O que levar para a maternidade

Os primeiros momentos de vida do seu bebê são sempre inesquecíveis. Para eternizar estes momentos com ainda mais conforto e com a sua marca pessoal, lembre de – ao sair de casa - trazer roupas para mãe e filho.

Para Você

  • 3 camisolas
  • 2 sutiãs com boa sustentação
  • 4 calcinhas largas
  • Par de chinelos
  • Material de higiene pessoal
  • Almofada de amamentação (opcional)
  • Cinta pós-parto (sob orientação do obstetra)
  • 1 pacote de absorvente pós-parto (tamanho normal)

Para o Bêbê

  • 6 macacões ou conjuntinhos
  • 6 bodies
  • 6 cueiros
  • 3 mantas
  • 3 pares de sapatinho
  • 3 pares de meia
  • 24 fraldas descartáveis(tamanho P)
  • Escova macia
  • Luvas (03 pares)

PREPARE O ENXOVAL PARA O GRANDE DIA

Não deixa faltar nada para o seu bebê

  • 12 fraldas de pano
  • 6 fraldas de rosto
  • 360 fraldas descartáveis
  • 6 babadores
  • 6 conjuntos de pagão
  • Aquecedor de mamadeira
  • 4 casaquinhos(linha ou algodão)
  • 6 pares de sapatinhos
  • 6 pares de meias
  • 6 macacões(plush ou linha)
  • 6 cueiros(algodão ou flanela)
  • 4 mantas
  • 4 jogos de lençóis para berço
  • 1 edredom
  • 1 cobertor
  • 2 jogos de protetores de berço
  • Mosquiteiro
  • Protetor de colchão
  • Saco de dormir
  • 3 lençóis de carrinho
  • 6 toalhas –fralda
  • 2 toalhas de banho
  • Pote para algodão
  • Pote para cotonetes
  • Vidro para álcool
  • Saboneteira(sabonete glicerina)
  • 3 lençóis para bebê-conforto
  • Fita de fralda
  • Colher grande de plástico
  • 1 balde para roupas
  • 2 baldes para fraldas
  • 2 panelas médias
  • Escova de cabelo
  • Banheira
  • 2 mamadeiras pequenas
  • 2 mamadeiras médias
  • 2 mamadeiras grandes
  • 2 escovas para lavar mamadeira
  • Esterilizador para mamadeiras de microondas
  • Recipiente plástico para armazenar mamadeiras esterelizadas
  • Pinça para pegar mamadeira
  • Garrafa Térmica
  • Termômetro corporal
  • Bomba tira-leite
  • Protetor de seio
  • Lixeirinha
  • Cesta para roupa suja
  • Cabides
  • Bolsas para bebê
  • Bebê conforto
  • Canguru
  • Cadeirinha para o carro
  • Carrinho de passeio
  • Pomada para assadura
  • 3 colchas
  • Porta-fraldas
  • Coador
  • Leiteira
  • Aspirador Nasal
  • Loção Hidratante